E se houvesse um carro elétrico no Espaço?!

Não poderíamos ter esperado melhor do acontecimento do dia de ontem, 6 de fevereiro, o do voo inaugural do Falcon Heavy da SpaceX. Depois de um atraso de aproximadamente 2 horas em relação à hora prevista, tudo correu “quase” na perfeição.

A verdade é que ontem foi enviado para a órbita do sol um carro elétrico. Sim, conseguimos colocar um carro elétrico no Espaço, que deverá permanecer a orbitar o Sol durante cerca de mil milhões de anos.

Foi grandioso. Desde o lançamento do Falcon Heavy até à aterragem dos 3 boosters Falcon 9, a cereja no topo do bolo foi sem dúvida a fase final com o Tesla Roadster a ser deixado no Espaço, “pilotado” por Starman, com David Bowie a tocar a sua música Starman.

No entanto, ainda há um pequeno pormenor que pode impedir o sucesso completo da missão. Em breve, o Tesla Roadster de Elon Musk deverá travessar os cinturões de Van Allen, uma região de intensa radiação que envolve o planeta Terra. E as partículas de elevada energia irão bombardear o carro e o resto do Falcon que o está a transportar.

Se quer seguir nesta “Viagem pela Galáxia” com o Starman, pode acompanhar em direto aqui:

PPlware